“O governo só existe em função da população a quem ele serve”

Secretário Ernesto Roller destaca ações do governo estadual na região do Entorno, durante entrevista à rádio Supra FM

Em entrevista ao radialista Hélio Porto, que comanda o Programa Momento do Povo, da Rádio Supra FM, de Luziânia, o secretário do Governo, Ernesto Roller, destacou na manhã desta quarta-feira, dia 7, as principais ações do Governo de Goiás na região do Entorno do Distrito Federal.

Ernesto Roller aproveitou o espaço também para falar sobre as ações que estão sendo adotadas pelo governador Ronaldo Caiado para garantir a continuidade do desenvolvimento social e do crescimento econômico do Estado, mesmo neste atual cenário adverso da pandemia. Roller falou da atuação da administração pública para garantir qualidade de vida aos 7,2 milhões de goianos. “O governo só existe em função da população a quem ele serve”, destacou.

Cenário

O secretário lembrou que o governador Ronaldo Caiado assumiu o governo com um conjunto de dívidas e passivos que precisavam ser resolvidos com urgência. Situação que ele definiu como “um quadro caótico”. O déficit encontrado, de cerca de R$ 6 bilhões, demandou ações enérgicas de corte de despesas. “Caiado adotou as ações necessárias para tirar Goiás de um quadro caótico. Isso fez com que o Estado tivesse uma boa avaliação, inclusive pela Secretaria do Tesouro Nacional”, disse Ernesto Roller.

Sobre a nova realidade trazida pela Covid, Roller disse que pandemia ainda exige esforços diversos por parte do governo, não só na área da saúde. Mas que, passado isso, Goiás estará pronto para “um rico momento de desenvolvimento sócio-econômico”. De acordo com o secretário, o governo tem feito a sua parte.

“Atento ao momento da passagem da pandemia, governador criou, sem ônus, a Secretaria da Retomada, liberando crédito, liberando estruturas do poder público, fortalecimento do agronegócio. Isso para que Goiás sinta, o menos possível, as consequências dessa pandemia. Por mais difícil que a realidade esteja sendo em virtude da pandemia, o trabalho do governo é para minimizar os impactos para a população, garantindo que os goianos retomem a vida normalmente.” Ernesto Roller lembrou que, mesmo nesse cenário, o Estado tem apresentado números positivos de crescimento econômico e geração de emprego.

Saúde

Ernesto Roller, que já foi prefeito de Formosa, município da Região do Entorno do DF, lembrou da dificuldade que a população tinha para acessar serviços de saúde. E que, graças ao programa de interiorização da saúde que vem sendo realizado pela atual gestão, os moradores do Entorno estão vivenciando uma nova realidade.

“Nós do entorno pudemos assistir, mesmo antes da pandemia, a mudanças positivas na área da saúde. Antes, a assistência em saúde era voltada para a capital. Pessoas tinham de andar centenas de quilômetros pra fazer exames, pra ter acesso a um leito de UTI. E o governador, homem de formação humanista, médico e conhece a angústia de quem precisa de um serviço de saúde, determinou o estabelecimento de hospitais de campanha e a estadualização de unidades municipais.”

Roller citou como exemplo dessa transformação a estadualização dos hospitais (com a criação de leitos de UTI) de Luziânia, Formosa, Jataí e São Luis de Montes Belos; a reabertura dos hospitais de Itumbiara e Porangatu; e a retomada das obras do hospital de Águas Lindas e da Policlínica de Formosa, para que a população do Entorno seja guarnecida de um serviço de qualidade na sua cidade. “O governo se preparou para que tivéssemos condição de atender melhor ao cidadão, sem que ele tivesse que demandar a capital. Uma medida que nós do entorno ainda não havíamos assistido.”

O secretário afirmou que Ronaldo Caiado estabeleceu essas medidas na área da saúde de maneira permanente. E que, passada a pandemia, os aparelhos públicos continuarão sendo geridos pelo estado.

Segurança pública

A redução dos índices de violência e da criminalidade também esteve na pauta da entrevista à Rádio Supra FM. Ernesto Roller enfatizou que Goiás não assiste mais a “ações de cangaço”, que são os roubos a banco nas cidades do interior com emprego de grande violência, que a taxa de homicídios, latrocínios e roubos reduziu consideravelmente e que o Estado tem recorde de apreensão de drogas.

“A área da Segurança Pública recebe especial atenção do governador, que faz investimentos importantes. Goiás estava em último lugar na remuneração de policiais militares, que entravam na PM ganhando R$ 1,5 mil. O governador acabou com isso. E, agora, ganham quatro vezes mais. Isso significa incentivo, fortalecimento da segurança pública, valorização do policial”, afirmou.

Roller lembrou ainda que o governo conclui o IML de Luziânia e que determinou o chamamento de delegados aprovados em concurso, que vão reforçar o trabalho da Polícia Civil no interior de Goiás.

Educação

A Educação foi outra área que sentiu os efeitos da pandemia e que exigiu medidas imediatas do governo estadual. Entre as ações adotadas, Ernesto Roller destacou o repasse do dinheiro da merenda escolar diretamente aos alunos e a reforma das unidades escolares. 

O secretário lembrou ainda que Goiás foi o primeiro lugar no Ideb e o único do país a atingir a meta de nota, graças aos investimentos do governo na Educação e ao esforço dos servidores da área. “Quando assumiu o governo, Caiado encontrou uma situação crítica também na área da educação. Os municípios estavam há sete meses sem receber o repasse do transporte escolar. O governador quitou o passivo e colocou o pagamento em dia. Acabou com o quarto turno, conhecido como o turno da fome, que era uma vergonha. Investiu na Educação. E a parceria do servidor com o governo fez Goiás alcançar bons resultados no Ideb.”

 

Comunicação Setorial da Secretaria do Governo (Segov)

www.governo.go.gov.br

Goiânia, 07 de outubro de 2020

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.